Do #42 ao #44 #365MP

novembro 27, 2018

Nem dá pra acreditar que estamos em Novembro já, e eu cheguei a cogitar conseguir assistir 365 filmes no ano, dá até vontade de rir, né? Isso me deixa feliz, porque não ter tido tempo pra escrever aqui, significa que eu estava produzindo, e envolvida em coisas que lá no início, achava que não teria tanto potencial assim. E, se não consegui assistir tantos filmes, ou postar tanto, foi por pura falta de tempo e não de vontade. Pra quem tem a mania de começar as coisas e depois desanimar, é um grande avanço!


- A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata

Esse foi indicação da minha mãe, que sabendo do meu grande amor por Downton Abbey, sabia que eu acabaria amando esse filme (que ela mesma assistiu três vezes já). Na Londres de 1946, que ainda tenta se recuperar de todos os efeitos herdados da II Guerra, a escritora Juliet começa a fazer sucesso na sua carreira. Certo dia, ela recebe uma carta de um fazendeiro do interior, contando sobre sua sociedade literária, uma espécia de clube do livro. Depois de várias cartas trocadas, curiosa e intrigada, ela resolve ir até a localidade (uma ilha chamada Guernsey) pra conhecer a sociedade e seus membros pessoalmente. Bom, pra quem gosta de filmes de época, de romance, de narrativas estilo Downton Abbey ou Anne with E, vi amar o filme. É de suspirar do início ao fim, mas claro, derramando algumas lágrimas pelo caminho.

The Guernsey Literary and Potato Peel Pie Society (2018)
Direção: Mike Newell

Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐


Já que gosto bastante da cantora Nina Simone, parei esses dias em frente ao catálogo da Netflix e resolvi assistir esse documentário, que foi super bem comentado no ano de seu lançamento. Contém entrevistas, imagens inéditas até então, e claro, muitas músicas dessa mulher incrível, guerreira, que passou por cima daquilo que era tradicionalmente aceito, pra lutar pelos seus ideais e que sofreu por anos de transtorno bipolar sem receber o diagnóstico correto para tratamento. Gostei muito de saber mais a respeito da vida de Nina, mas ao mesmo tempo, me incomodou um pouco o formato do documentário, achei um pouco cansativo.

What Happened Miss Simone? (2015)
Direção: Liz Garbus

Nota: ⭐⭐⭐


Esse foi sem dúvida o melhor filme que assisti no ano, até agora. É basicamente a história da banda Queen, com o foco na biografia do vocalista e compositor Freddie Mercury. Apesar de gostar bastante de algumas músicas da banda, não é a minha favorita, e desconhecia muitos fatos importantes. E assistir o filme, foi uma experiência incrível, passei a ouvir mais, a querer conhecer outras músicas, sai do cinema praticamente obcecada. Chorei, ri, e me arrepiei em muitos momentos. Esse filme é imperdível. Aliás, a atuação do ator Rami Malek (protagonista da série Mr. Robot) está impecável. Sinto cheiro de Oscar no ar.

Bohemian Rhapsody (2018)
Direção: Bryan Singer

Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐


Acredito que eu consiga terminar o ano tendo assistido 50 filmes,  quem sabe ano que vem, tentar assistir 100. Será que vai funcionar?

Posts Relacionados

0 comments